Passos&Caminhos
   
 
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 26 a 35 anos
MSN - huguinho_razao@hotmail.com
 

  Histórico

Categorias
Todas as mensagens
 Link
 Citação

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Tempo & Solidão (meu outro blog!!!)
 Blog da Alice (sem calcinha!!!!)
 Blog do amigo da Alice
 Blog da Chiquita Bacana (+ uma amiga da Alice!!!)
 Gavetas da Alma
 Uma caixa para ser revirada (blog Caixa de Sapato)
 Kontos da Kimera
 Blog da Aleticia
 Blog da Canção Nova
 Blog da Érika Martins (ex- Penélope)
 Depósito de Neuras
 Blog do Funchal
 No fim das contas, tudo é uma piada - Blog da Rafaela De Biasi
 Pedaços de mim
 Blog da Paula ou Pous
 Blog da Clau, irmã da Paula
 $!As lunáticas
 Aparente (des)ordem - Lugar de falsas complexidades
 Blog de Cheiros
 Banda Unidade Imaginária
 Banda OCB




 

 
 

DESCULPE O TRANSTORNO, PRECISO FALAR DA N. E OUTROS SENTIMENTOS

"Por todos os cantos

Há um canto escondido

Querendo explodir
Querendo gritar
Coração querendo ser ouvido" (Deixa ser - O Teatro Mágico)

Inspirado pelos textos do Gregório (que a princípio não havia achado legal), do Rafinha Bastos (que imitou o Gregório) e do Vitor (que se baseou no texto do Gregório), resolvi escrever este (e tenho minhas dúvidas se devia estar escrevendo sobre isso...)

Eu a conheci mesmo no show do OTM. Até então só havia conversado com ela 1 vez na academia e quando vi que usava aliança de compromisso eu desencanei. Já a tinha visto algumas vezes na Igreja.

Antes e no dia do show, estava sem expectativas e nem pensava em nada. Naquela madrugada pós-show, uma troca de mensagens e de repente acende uma estrelinha. E assim, foi durante um tempo, cada vez ascendendo uma estrelinha a mais.

Rolaram algumas discussões, abraços, carinhos e de repente, o pássaro azul estava voando cada vez mais alto e por um período de tempo menos breve. Entretanto, as coisas da vida não caminham do jeito que queremos (infelizmente) e daí cada um foi para um lado.

Com um pouco de dificuldade, consegui esconder os sentimentos em um canto do coração e controlá-los. Não só para ela, mas para tudo. O pássaro azul voltou a fazer vôos mais curtos e breves além do que está acostumado.

E assim a vida segue.

Espero que esteja bem. (acho bem difícil que um dia leia este blog!!!)



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 01h33
[] [envie esta mensagem
] []


 

 
[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]