Passos&Caminhos
   
 
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Homem, de 26 a 35 anos
MSN - huguinho_razao@hotmail.com
 

  Histórico

Categorias
Todas as mensagens
 Link
 Citação

Votação
 Dê uma nota para meu blog

Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Tempo & Solidão (meu outro blog!!!)
 Blog da Alice (sem calcinha!!!!)
 Blog do amigo da Alice
 Blog da Chiquita Bacana (+ uma amiga da Alice!!!)
 Gavetas da Alma
 Uma caixa para ser revirada (blog Caixa de Sapato)
 Kontos da Kimera
 Blog da Aleticia
 Blog da Canção Nova
 Blog da Érika Martins (ex- Penélope)
 Depósito de Neuras
 Blog do Funchal
 No fim das contas, tudo é uma piada - Blog da Rafaela De Biasi
 Pedaços de mim
 Blog da Paula ou Pous
 Blog da Clau, irmã da Paula
 $!As lunáticas
 Aparente (des)ordem - Lugar de falsas complexidades
 Blog de Cheiros
 Banda Unidade Imaginária
 Banda OCB




 

 
 

(Amor Platônico)

"Um dia eu acho um jeito de aparecer

E você notar

Você notar, você notar" (Supercombo - Piloto Automático)

 

Tão distante dos meus olhos e tão próxima dentro dos meus pensamentos.

Diante da minha imensa timidez, fico aqui lhe admirando de lonje, dentro do meu mundo dos sonhos imerso por um mar de sentimentos.

"É o brilho do teu olhar".

Tento escolher as palavras corretas, as frases corretas, as citações corretas... e me calo.

E escrevo... 

E de repente, um simples elogio seu acende uma pequena chama aqui dentro. E você, tão simpática, tão bela!!!

Será paixão? Não sei ainda...

Só sei que lhe admiro e me interesso há muito tempo.

E viva a "magia" do mundo que me deu a oportunidade de despertar e lhe contar sobre estes meus sentimentos que haviam se ocultado.

Não sei no que vai dar. O importante é você saber que sou seu admirador (quase) secreto!

"Se amanhã não for nada disso

Caberá só a mim esquecer

E eu vou sobreviver"




Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 00h50
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

Daqui a 05 anos...

"Eu vejo a vida melhor no futuro

Eu vejo isso por cima de um muro de hipocrisia
Que insiste em nos rodear" (Tempos Modernos - Lulu Santos)

Ontem eu fiz um teste para uma vaga de emprego e uma das perguntas era se eu pretendia ter um filho nos próximos dois anos e a outra era como eu estaria profissional e pessoalmente nos próximos 05 anos.

Por partes.

1ª pergunta: disse que não, pois nem namorando estou e mesmo que conseguisse conquistar a Mocinha agora, o processo normal de namoro-noivao-casamento poderia ser coisa de dois anos ou mais. Ainda mais que ela falou que pretende ter filho somente com 37 anos, então como não gosto de pular etapas e com essa ideia da Mocinha ultrapassaria os dois anos.

2ª pergunta: respondi que pretendia estar bem profissionalmente com uma ou mais promoções, casado e, se possível, com filhos.

Entretanto, os acontecimentos da minha vida me ensinaram a não planejar a longo prazo. 

Quando eu era mais novo achava que com 30 anos estaria casado ou pelo menos morando sozinho; entretanto, estou solteiro e ainda morando com a minha mãe. Analiso minha vida e concluo que eu causei o meu próprio boicote para que o plano não desse certo.

Diante disso, para que planejar?

Só que também concluo que não posso viver no "modo Zeca Pagodinho ("deixa a vida me levar"). Então, o que (e como) fazer?

"Eu quero crer no amor numa boa

Que isto valha pra qualquer pessoa
Que realizar a força que tem uma paixão"



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 01h16
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

As Aventuras de Sammy

Hoje pela manhã, fui tomar o meu café da manhã na sala e ao ligar a televisão e trocar os canais, deparei-me com um desenho que tem um título interessante para mim: A Aventuras de Sammy. Samy é o nome da minha cachorrinha, mas no caso do desenho, Sammy é uma tartaruga macho.

O desenho é sobre a história desta tartaruga a partir do seu nascimento e mostra todas as dificuldades que ele tem que passar para garantir a sua sobrevivência. Essas dificuldades são a influência do homem na natureza e como ele tem de fugir dos animais predadores.

Todo filme que assisto eu tento tirar um aprendizado e o legal deste desenho é que ele foca na busca de seus objetivos, algumas consequencias que essa busca pode causar e sobretudo a esperança de que dará certo. Ao mesmo tempo que surgem barreiras para dificultar, a vida vem de uma maneira fantástica e muda tudo. Ah, mostra também a importância da amizade e que mesmo sem lhe conhecer, há alguém sempre disposto a ajudar.

O desenho é bem inocente e a trilha sonora é muito boa.

Não estou conseguindo colocar o vídeo, então segue o endereço do trailer.

https://youtu.be/wfVkXFX6IHU

 

 



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 22h48
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

Novos ares

"Deixa ser

Pelo coração

Se é loucura então
Melhor não ter razão"

 

Sinto que falta algum romance em minha vida. Ainda curto esse lance de conquista, apesar de não estar tão entusiasmado.

"Talvez eu seja o último romântico". E de que adianta ser se as mulheres não ligam mais para isso.

Imagino-me na seguinte cena: andando sozinho no início da madrugada em uma rua com um buquê de flores em uma mão e uma caixa de chocolate em outra.

(estou divagando demais, preciso de ares diferentes!!!! rsrs)



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 01h25
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

Esquecendo...

"Não olhe pra trás, apenas começamos"

Apagando todos os vínculos que podem trazer lembranças (ou quase todas).

Independente se foram boas ou ruins.

As ruins ajudavam a concluir o quanto fui fraco e sentimental demais.

As boas... de nada servirão diante do atual quadro e de como chegou nele.

Sei que em alguns momentos as lembranças surgirão, mas devo encará-las como mais um acontecimento da minha vida que hoje eu penso que não deveria ter vivido e que não me levou a nada. Apenas a ganhar sessões de terapias e a falta de coragem de assumir que estou dependentes delas.

 



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 13h34
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

INFELIZ DESABAFO DE UM APAIXONADO MELANCÓLICO

Bem, depois desta imagem não seria necessário escrever mais nada...

Pensei que já estivesse melhor.

Pensei que eu já tivesse superado.

Percebi que as lembranças ainda estão (e são) marcantes e o meu ponto fraco vem à tona.

O que fazer então?

Já me acostumei com a tua voz
Com teu rosto e teu olhar
Me partiram em dois
E procuro agora o que é minha metade

Quando não estás aqui
Sinto falta de mim mesmo
E sinto falta do meu corpo junto ao teu

Meu coração é tão tosco e tão pobre
Não sabe ainda os caminhos do mundo (Legião Urbana - Sete Cidades)

 



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 14h40
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

"Tristeza não tem fim..."

"Tristeza não tem fim

Felicidade sim."

 

Mais uma vez faltou pouco. Por um leve período, pude sentir o gosto da alegria compartilhada.

Entretanto, tudo na minha vida acontece para durar pouco. Pelo menos no que diz respeito a relacionamento.

Quis acreditar que não estava vivendo uma história igual as que estou acostumado a ler. Tudo parecia bem real.

E de repente, tudo virou mais do mesmo. Mais uma página do mesmo livro.

Difícil de entender e de aceitar.

Difícil de entender sobre este sentimento que gradativamente vai nos deixando dependente do recebimento do mesmo sentimento de outra pessoa.

Então venho aqui vomitar textos repetitivos sobre esta doença que me cerca e não encontro remédio que alivie esta dor.

 

"Será que você vai saber o quanto penso em você

Com o meu coração?"

 

Este é um texto de um exagerado e melancólico que está passando por uma Crise de Pós-Término de Relacionamento com medo.

 

"Boys don't cry..."



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 22h15
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

ALGUÉM... (extremo desabafo)

"Você precisa de alguém que te dê segurança
Senão você dança, senão você dança."

Não sei qual foi a ideia do Humberto quando escreveu esta música. Não sei se estamos falando da mesma segurança.

Eu sei que pra minha, este trecho da música vem a calhar.

Passamos (passo) procurando por alguém que dê segurança. Diante de qual insegurança, é criada esta condição?

Medo de ficar sozinho? Medo de não ter com quem compartilhar as alegrias, as tristezas...?

Achei que isso acontecesse apenas comigo, mas venho percebendo o quanto o carinho por alguém nos torna dependentes de ter alguém. Pelo menos é o que acontece comigo e vem acontecendo constantemente.

Mas acho que a vida me impôs a condição de me assegurar sozinho. Não era isso que eu queria (quero), entretanto estou tendo que aceitar.

"E hoje em dia, como é que se diz: Eu te amo?"

Parabenizo aqueles que sabem a resposta. Parabenizo aqueles que usam esta frase como uma afirmação.

Devo começar a aceitar mesmo as condições que a vida me impôs.

Começar a me despedir destes conceitos de romantismo, sentimentalismo exacerbado, relacionamento promissor... Deixá-los presos no mundo das ideias, no meu mundo idealista de que as barreiras podem ser vencidas pelo Amor. Elas não ligam para isso mesmo.

Será que um dia alguém...



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 02h42
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

Momento...

Por um certo momento achei que iria reativar este blog... Apenas por um certo momento.



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 22h29
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

FECHADO (POR ENQUANTO...)

Este blog está fechado por tempo indeterminado. Nas minhas atuais condições sentimentais, os textos que vêm à minha cabeça têm mais a ver com o Tempo&Solidão (tempoesolidao.blogspot.com.br), meu outro blog.

 

Até mais!!!!



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 22h47
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

De mãos dadas

Apenas um juntar de mãos. Talvez uma representação sincera do sentimento. Um simples ato pela emoção de sentir o calor do outro.

Sinto falta. Preciso e ainda não tive. Anseio pelo momento de te sentir.

E meu pobre vício de me dedicar ao Amor.

Olho de longe este entrelaçar de dedos e invejo. 

As mãos se procuram e nada vai impedir esta união de membros.

Olho para as minhas e continuo andando desejando lhe encontrar.

Anseio pelo momento de te sentir durante o caminhar.



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 23h14
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

AMOR E MELANCOLIA

Respeitar o seu tempo, a sua busca pelo equilíbrio. O que a vida planeja para nós.

Ficou preso a frase ideal para o momento. Na verdade, está intalado até agora.

E é por gostar de você que eu não insisto e torço pelo seu melhor.

E é por gostar de mim que eu acoplo o Amor à Melancolia.



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 00h11
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

This problem is...

Estou chegando ou cheguei... na verdade, faltam uns dois por cento.

O problema deve estar em mim. Alguém me falou isso e estou começando a aceitar.

Talvez não seja um problema, pois todo problema tem solução e eu ainda não descobri a solução.

Sempre cabe a mim esquecer.

E esqueço e lembro e lembro e esqueço... Mas sempre tem alguém para me lembrar...

Apenas, eu poderia deixar escorrer a lágrima... mas não.

Seguro bem forte dentro de mim. 



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 00h13
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

ESTRELA

Todas as noites eu olho para o Céu

para admirar minha Estrela

que entre todas as estrelas

é a mais Linda,

a mais Radiante,

e a mais Encantadora

 

E, por apaixonado que eu seja,

dedico à ela todos os meus sentimentos

poesias e canções

e sempre adormeço com ela em meus pensamentos,

mesmo sabendo que eu não ocupo os seus pensamentos,

mesmo sabendo que ela não brilha pra mim...

Augusto Branco



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 14h11
[] [envie esta mensagem
] []


 

 

Fugindo da realidade

"Por que gosta de filmes?"

"Gosto de fugir da realidade" (extraído da série Dawson's Creek)

 

No meu caso, a pergunta seria por que gosto de seriados de TV, livros, música, correr, treinar, nadar e meditar.

Pelo simples fato de fugir da realidade em alguns grandes momentos.

A vontade de se sentir bem acoplada a vontade de chegar no fantástico mundo de Oz está sendo uma combinação perfeita.



Escrito por Hugo, Huguinho, Miltão, Xará às 22h38
[] [envie esta mensagem
] []


 

 
[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]